Pra quem pretende fazer uma viagem enogastronômica, Mendoza realmente é o melhor lugar da América do Sul…!!! Existem diversas programações turísticas, mas nada se compara a diversidade de vinícolas que existe na região, aliada à sua gastronomia.

Para não cansar vocês, dividirei este post por dia (4 no total), consequentemente pelas vinícolas e restaurantes visitados. Combinado? Dividimos nossa viagem, em duas partes; nos dois primeiros dias, fomos à duas vinícolas (almoçando sempre na segunda), já nos outros dois dias, fomos apenas em uma, com almoço e visitação incluídos. Em todos os dias, jantamos na cidade.

Cheguei na capital do vinho argentino na terça à noite (31/05), depois de um pequeno atraso em nosso voo, já que tive que fazer uma viagem longa (Recife, São Paulo, Santiago e Mendoza) – existem opções bem melhores -, mas como decidi em cima da hora, não tive muita escolha.

Assim, no primeiro dia de “atividade” (01/06), já com mais um casal de amigos queridos que estavam comemorando 15 anos de casados, fizemos nossa primeira degustação na Viña Cobos (http://www.vinacobos.com), e começamos com o pé direito. Optamos por uma degustação dos vinhos Bramare Malbec, de vinhedos específicos que são 4 (Zingaretti Vineyard Malbec, Rebon Vineyard Malbec, Touza Vineyard Malbec e Marchiori Vineyard Malbec), além do Marchiori Vineyard Chardonnay, que nos foi servido de cortesia.

20160613 - cobos 1

Depois, fizemos uma pequena visita às instalações da bodega de Paul Hobbs, que está instalada num prédio super moderno.

20160613 - cobos 2

Finalizada a primeira vinícola, fomos direto almoçar na Bodega Chandon (http://www.chandon.com.ar), que tem um dos almoços mais recomendados da região, que não deixou a desejar, apesar de ser todo harmonizado com espumante. O Menu realmente é imperdível, e casa perfeitamente com os espumantes servidos.

Como já havia falado, optamos apenas por duas vinícolas, para que pudéssemos aproveitar bem a visita, além de estar inteiros para a noite de Mendoza. E no primeiro dia fomos ao 1884, Restaurante de  Francis Mallmann (http://www.1884restaurante.com.ar). Já estive lá duas vezes, antes desta visita, e posso dizer que é imperdível, porém confesso que fiquei um pouco decepcionado com o prato principal nesta visita – um cordeiro a 7 horas de forno. Já a entrada, um polvo na brasa, estava realmente espetacular.

20160613 - francis mallmann 1

Por hoje é só, mas prometo terminar os posts da viagem, ainda esta semana…

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s